Atrás de afirmação, Inter de Dunga enfrenta o pressionado Grêmio B

Publicado: 3 de fevereiro de 2013 em esportes

03/02/2013

Gre-Nal 395 será disputado neste domingo, às 17h, no Estádio Colosso da Lagoa, em Erechim

Por GLOBOESPORTE.COM Porto Alegre

Passaram-se 63 dias desde o último confronto. O Olímpico, que viu o embate válido pela última rodada do Brasileirão marcado pela emoção porque seria o último jogo do estádio, segue recebendo jogos. O campeonato também é outro.  Nem os times que se enfrentaram serão os mesmos. O Grêmio, envolvido com a Libertadores, atuará com a sua equipe B. Gre-Nal sem importância? Longe disso. O clássico 395 deste domingo, que começa às 17h no Colosso da Lagoa, em Erechim, terá como enredo a busca pela afirmação entre colorados e gremistas.

De um lado, o mandante Inter. Dunga comandará apenas seu segundo jogo pelo clube que o revelou (o time sub-23 foi usado nas duas rodadas anteriores, com Osmar Loss de técnico). Após o empate em 0 a 0, os colorados, em terceiro no Grupo B com cinco pontos, ainda estão em busca do melhor entrosamento e querem iniciar o caminho das vitórias sob o comando do eterno capitão do tetra pela Seleção.

O técnico rechaçou a privacidade e trabalhou sempre com os portões abertos. Mas se engana quem pensa que Dunga deixou de lado o mistério, participante assíduo dos clássicos. Gabriel, que sofreu uma pancada na lateral do campo do Vieirão na última quarta-feira, é dúvida. No entanto, ele participou normalmente do treino de sábado. Caso seja preservado, Hélder entrará em seu lugar.

Mesmo que a prioridade do Grêmio em 2013 seja a luta pelo tri da Libertadores, o time não entrará desmotivado. Longe disso. A goleada sofrida de 4 a 0 pelo São Luiz na última quinta-feira deixa Roger e seus comandados pressionados para o clássico. O time ocupa a quinta colocação do Grupo A com três pontos. Emerson, assim como o ex-lateral-esquerdo auxiliar técnico de Vanderlei Luxemburgo, estará ao lado do parceiro na casamata tricolor.

Se o momento é instável, por outro lado, Roger conta com o retrospecto positivo em clássicos a seu favor. Este será o terceiro Gre-Nal em que estará a frente do Tricolor. Nos outros dois, duas vitórias: 2 a 1 em 2011, quando a partida foi disputada em Rivera, no Uruguai, e o mesmo resultado no ano passado, em 22 de fevereiro, um dia antes de Luxa assumir a equipe oficialmente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s