Bernardo reencontra o Flu em meio a ‘entra e sai’ do time do Vasco

Publicado: 8 de fevereiro de 2013 em esportes
Tags:

Assim como em clássico pelo Brasileiro de 2011, meia estará no banco de reservas mesmo sendo artilheiro da equipe no Carioca

Por Gustavo Rotstein Rio de Janeiro

No dia 27 de novembro de 2011, Bernardo justificou o status de xodó e amuleto do Vasco. Depois de entrar em campo no segundo tempo, marcou aos 45 minutos o gol que deu a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, mantendo a equipe com chances de conquistar o Campeonato Brasileiro (assista ao vídeo). Neste sábado ele enfrenta o Tricolor pela primeira vez após aquela que foi sua atuação mais marcante com cruz de malta no peito. Em pouco mais de um ano o meia viveu uma verdadeira montanha-russa em termos de prestígio em São Januário. E neste sábado, volta a ter o papel de quando esteve diante do mesmo rival: opção no banco de reservas.

O gol sobre o Fluminense em 2011 foi o 18º de Bernardo na temporada na qual ele terminou como artilheiro do Vasco. No início do ano seguinte o meia deixou São Januário após acionar o clube na Justiça reclamando de salários atrasados. Depois de retornar de empréstimo ao Santos, começou 2013 como titular e marcou quatro gols nas cinco primeiras partidas da equipe no Campeonato Carioca. No entanto, após atuação apagada na derrota por 1 a 0 para o Bangu, atuou entre os reservas na semana do clássico contra o Tricolor, marcado para este sábado.

Bernardo comemora gol do Vasco contra o Fluminense (Foto: Divulgação / Site Oficial do Vasco)Bernardo comemora gol sobre o Flu em 2011: de
volta ao banco (Foto: Marcelo Sadio / Vasco.com.br)

Em São Januário, comenta-se que a opção por deixar Bernardo no banco poderia ter a ver com as recentes especulações sobre um possível interesse do Internazionale de Milão, sobre o qual seu empresário falou a alguns meios de comunicação da Itália. Alguns trabalham com a possibilidade de o jogador ter iniciado a temporada mais interessado em se destacar já visando a uma possível transferência. No entanto, essa hipótese não é confirmada oficialmente por nenhuma das partes.

De qualquer maneira, mesmo depois da barração foi possível ver um Bernardo bem disposto em campo. Nos dois treinos táticos da semana, mostrou empenho atuando entre os reservas. Depois das atividades, praticou cobranças de falta, como sempre fez, afiando a pontaria para estar preparado se for usado pelo técnico Gaúcho.

Bernardo no treino do Vasco (Foto: Alexandre Cassiano / Ag. O Globo)Bernardo em 2013: disposição nos treinos
(Foto: Alexandre Cassiano / Ag. O Globo)

Um dos líderes do elenco e integrante do meio-campo do Vasco, Carlos Alberto preferiu não comentar o caso específico de Bernardo. Ele lembrou que os jogadores devem se limitar a acatar e cumprir as determinações do treinador.

– Quando o time não vence, qualquer um está sujeito a sair. Ninguém está garantido. O treinador fez essa opção para essa partida e outros jogadores terão oportunidade. A briga por posições pode acontecer até o fim do ano. Jogador não tem muito o que falar sobre o que o técnico faz. É respeitar e executar da melhor maneira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s