Artilheiro, Márcio Araújo completa 200 jogos pelo Palmeiras no Dérbi

Publicado: 17 de fevereiro de 2013 em esportes, noticias
Tags:

‘Intocável’ com Gilson Kleina, volante fala sobre o prazer de defender o Verdão e brinca: ‘Espero renovar contrato e chegar aos 400’

Por Marcelo Prado e Gustavo Serbonchini Itu, SP

Dezembro de 2009. Revelado pelo Atlético-MG, o volante Márcio Araújo chamou a atenção do então técnico do Palmeiras, Muricy Ramalho, que não hesitou em pedir sua contratação para a temporada 2010. Por aproximadamente R$ 2 milhões, o jogador chegou ao Palestra Itália e começou a escrever uma história que neste domingo, contra o Corinthians, pelo Paulistão, chega a seu capítulo de número 200. Feito que faz o jogador, de 28 anos, sorrir e até aumentar o tom de sua voz, normalmente baixa e mansa.

Márcio Araujo camisa Palmeiras especial (Foto: Marcelo Prata)
Márcio Araújo mostra a camisa 200, que vai ficar pendurada na parede de casa (Foto: Marcelo Prado)

– Completar 200 jogos por um time como o Palmeiras é algo a ser muito comemorado. Ainda mais no clássico contra o Corinthians, nosso maior rival. Vou jogar com a camisa 18. A de número 200 vai virar um quadro na minha casa. Vir para cá foi um marco na minha vida e na da minha família. Meu contrato acaba no final do ano. Espero ficar e, quem sabe, completar os 400 jogos – afirmou o jogador, em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM antes de um dos treinos realizados na cidade de Itu, local onde o Verdão se refugiou durante toda a semana.

Nestes quatro anos de Verdão, Márcio Araújo viveu todo tipo de situação. Apesar de ter moral com todos os treinadores que passaram pelo clube, o atleta, até o início de 2013, nunca teve a simpatia do torcedor que, sempre que o time derrapava, elegia seus culpados. Quando o time foi rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro no final do ano passado, o meio-campista foi um dos crucificados.

Falaram para eu ficar no lugar do Barcos (risos)”
Márcio Araújo

– Eu entendo o lado do torcedor. Como podemos reclamar da torcida depois de tudo que aconteceu no final do ano? Jogar no Palmeiras realmente não é fácil, a cobrança é até maior do que nos outros lugares. Mas o palmeirense é um cara que apoia, que empurra o time. Sinceramente, não esperávamos o apoio que tivemos na partida de quinta, na Libertadores (contra o Sporting Cristal, no Pacaembu). Isso mostra o que podemos fazer e aonde podemos chegar. Só nós podemos dar alegria ao torcedor. De maneira nenhuma, podemos fugir das críticas – ressaltou.

Desde o começo dessa temporada, tudo mudou para o jogador. Principalmente porque ele apresentou uma face até então desconhecida: a de artilheiro. Márcio Araújo marcou gols em três jogos seguidos e até virou motivo de brincadeira dentro do elenco.

– Começaram a falar que era para eu ficar com o lugar do Barcos (risos). Isso nunca tinha acontecido. Já havia marcado gols no Atlético-MG, mas nunca em jogos seguidos. Acho que estou mostrando meu verdadeiro potencial. Sempre fui segundo volante no Atlético. Aqui, por opção do Felipão, atuava como primeiro homem de marcação e isso faz com que você não chegue muito à frente.  Faltava confiança para chegar e arriscar.  Os companheiros cobravam isso. Agora com o Gilson Kleina ganhei liberdade e as coisas estão acontecendo – explicou.

Márcio Araujo camisa Palmeiras especial (Foto: Marcelo Prata)
Márcio Araujo quer renovar para disputar mais
200 jogos (Foto: Marcelo Prado)

O comandante palmeirense, aliás, ganha muitos elogios do meio-campista.

– Cada tem seu estilo de trabalhar. O Kleina é aquele cara de gosta de conversar individualmente, passar confiança. Ele está sempre do nosso lado.  A relação é mais próxima vez, é mais fácil cada atleta mostrar o seu melhor.

Apesar do sucesso momentâneo, Márcio Araújo garante que vai continuar com os pés no chão.

– Sou um cara muito humilde. Acredito até que, se fizesse mais marketing, minha situação seria diferente. Mas não sou assim. Gosto de estar com os meus companheiros e, na folga, sou um cara totalmente dedicado à família. Se tenho espaço com todos os treinadores, é porque estou fazendo certo a minha função. Todo mundo sabe do meu profissionalismo. Acho que é por isso que não desistiram de mim no Palmeiras – disse.

Para fechar, Márcio Araújo fala sobre a importância do Dérbi deste domingo.

– É um campeonato à parte. Vale entrar com ainda mais vontade, mais raça. Vamos atrás da vitória – finalizou.

O jogo entre Corinthians e Palmeiras começa às 16h. A TV Globo transmite a partida. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances em Tempo Real.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s