Noticias do futebol

Publicado: 19 de abril de 2013 em esportes
Tags:

19/04/2013 18h34 – Atualizado em 19/04/2013 19h08

Credora do Vasco, Fazenda bloqueia a transferência de Dedé ao Cruzeiro

Oficial de Justiça vai a São Januário e à Ferj com mandado de segurança que proíbe a negociação dos direitos federativos até pagamento da dívidas

Depois de Romário, a Fazenda Nacional é o novo obstáculo da venda já concretizada do zagueiro Dedé do Vasco para o Cruzeiro. Um oficial de Justiça bateu em São Januário nesta tarde de sexta-feira e depois seguiu direto para a Federação de Futebol do Estado do Rio (Ferj) com um mandado de segurança que proíbe a transferência dos direitos federativos do jogador até a quitação de parte da dívida do clube carioca com a Fazenda. A assessoria da Ferj informou que vai cumprir a ordem judicial. Agora, o departamento jurídico cruz-maltino procura maneiras de derrubar o mandado de segurança.

Dedé já está em Belo Horizonte, onde foi apresentado pelo clube mineiro nesta tarde (assista ao vídeo acima), porém os problemas do Vasco continuam. Como disse o diretor geral Cristiano Koehler em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM no dia 12 de março, a Fazenda era um dos órgãos federais com o qual o Vasco ainda não tinha acordo de renegociação de dívida. No total, segundo Koehler, o clube deve mais de R$ 50 milhões somente à Fazenda. O Cruzeiro já depositou na conta cruz-maltina parte dos R$ 14 milhões referentes aos 45% dos direitos econômicos do zagueiro a que o Vasco tinha direito.

O clube foi pego de surpresa com o novo problema. Na quinta-feira de tarde, o oficial de Justiça já havia batido em São Januário. Na tarde desta sexta, ele retornou e foi recebido pelo presidente Roberto Dinamite, que não quis assinar o documento sem o conhecimento do seu departamento jurídico. O valor pedido pela Fazenda, motivo da visita do oficial de Justiça no Vasco, ainda é desconhecido.

O diretor executivo René Simões ainda não tinha informações sobre o assunto. O diretor jurídico Gustavo Pinheiro também buscava mais informações. Apesar disso, neste fim de tarde foram pagos os salários de fevereiro, direitos de imagem e FGTS em atraso. O clube ainda deve março.

Na quinta-feira à noite, embora houvesse expectativa do clube em pagar dois meses de atrasados nessa sexta-feira, a diretoria não confirmava a informação, pois temia novas penhoras. O Vasco recebeu apenas uma parcela do pagamento total de R$ 14 milhões do Cruzeiro pela aquisição de 45% dos direitos econômicos do zagueiro Dedé.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s