Fla tenta manter invencibilidade no Estadual contra time de ‘renegados’ da Gávea

Publicado: 3 de fevereiro de 2013 em esportes

Do UOL, no Rio de Janeiro

A goleada por 4 a 2 sobre o maior rival aumentou a confiança do Flamengo, que tenta manter a boa fase no Campeonato Carioca neste domingo, às 17h, contra o Nova Iguaçu, no Engenhão. Manter a invencibilidade no torneio e recuperar a liderança do grupo B são os objetivos do time de Dorival Junior, que terá pela frente uma equipe com vários jogadores com passagens apagadas pela Gávea, como o lateral Marcelinho e o meia Márcio Guerreiro.

O técnico Dorival Junior, porém, tenta manter o time com os ‘pés no chão’. Evitar uma euforia exagerada após a goleada sobre o Vasco é a missão do comandante, que acredita em uma evolução ainda maior para as próximas partidas.

Flamengo

Foto 1 de 50 – 31.jan.2013 – Rafinha comemora gol do Flamengo no clássico contra o Vasco no Engenhão Rudy Trindade/VIPCOMM

“A sequência de jogos vai possibilitar um crescimento, que os jogadores se encontrem. Ainda é muito cedo para que nos definamos. Na maioria das vezes, as equipes se perdem porque alteram um comportamento que vem dando certo, passam a não dar importância a alguns detalhes. Cabe a mim mostrar que nem tudo foi muito bom”, disse o treinador do Flamengo.

Apesar da boa entrada de Cléber Santana no duelo da última quinta-feira, a equipe do Flamengo deve ser a mesma que iniciou a partida contra o Vasco, com Ibson no meio-campo e uma linha ofensiva de três atacantes.

Já o Nova Iguaçu, que empatou no meio de semana, tenta a segunda vitória na competição para entrar na briga pela classificação no Grupo A. Além da motivação natural da partida, vários jogadores tentarão uma ‘revanche’ contra o Flamengo. O lateral direito Marcelinho, o meia Márcio Guerreiro e o zagueiro Leonardo – além do meia Dieguinho que atuou nos juniores – defenderam a equipe da Gávea, mas não tiveram destaque no Flamengo.

“A sensação é de um jogo importante. Já passei pelo Flamengo em 2008, fui campeão lá e fiz amigos, mas hoje estou no Nova Iguaçu e vou lutar pelo meu ganha-pão aqui. Tomara que possamos fazer um bom jogo e – quem sabe? – conseguir um grande resultado. A parada vai ser difícil, mas não impossível”, afirmou o capitão Leonardo, de 35 anos.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s